Total de visualizações de página

Google+ Badge

Pesquisar este blog

sábado, 14 de novembro de 2015

INFORME

Piscina térmica é inaugurada 

Instalação foi financiada pelo Brechó Jurídico, entidade passa a ter nova possibilidade de trantamento

(Foto: Jô Folha - DP)

Em contraste ao que se espera do número e da data, a sexta-feira (13) significou um dia de sorte e emoção para todos os membros da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Pelotas. Com a ruptura da fita vermelha, a piscina térmica foi inaugurada após 13 anos de espera e 13 meses de construção, que quebraram a ideia de azar e renovaram as esperanças daqueles que há muito cultivam este sentimento no local. O espaço servirá para fins terapêuticos dos 220 usuários da entidade e foi viabilizado através de recursos financeiros provindos do Brechó Jurídico, que tem como objetivo a solidariedade para com entidades assistenciais.
Durante a solenidade ocorrida na tarde desta sexta, a importância da conquista era evidente nas palavras daqueles que se expressaram ao público. O diretor técnico da Apae, Victor Edgar Pitzer Neto, lembrou de quando tudo ainda não passava de uma ideia sem recursos para ser colocada em prática. Emocionado, recordou de quando criou o projeto, entre 2002 e 2003. E que hoje, estruturado, consegue ver que o objetivo de aumentar a qualidade de vida daqueles que contam com os tratamentos da Apae poderá ser alcançado com ainda mais eficácia. 
De acordo com a fisioterapeuta Bianca Freitas, as possibilidades que a fisioterapia aquática trazem aos pacientes são inúmeras. O relaxamento proporcionado pela água faz com que os movimentos retraídos se soltem. Assim, junto ao alongamento, são feitos exercícios impossíveis de serem realizados fora dela e geram resultados posteriores. Algo que para Ivani Lautenschlager, mãe do usuário José Carlos dos Santos, é um sinônimo de evolução.
Concretização através do Brechó Jurídico
O investimento total na construção foi de R$ 40 mil. E por mais que o atendimento às entidades assistenciais seja o foco central e rotineiro do Brechó Jurídico, a emoção das juízas Ana Ilca Saalfeld e Elena Engers vem à tona. "Eu sonho com isso desde que a Apae foi escolhida para ser beneficiada, em 2013", conta Ana Ilca.
Presença de autoridades
O espaço foi abençoado pelo bispo emérito da Arquidiocese de Pelotas, dom Jayme Henrique Chemello, que, em suas palavras, pediu a cura e a animação dos usuários beneficiados. Momento compartilhado com o prefeito Eduardo Leite (PSDB), representantes da Câmara de Vereadores, do Rotary Club Pelotas, membros da Secretaria da Saúde e Justiça Social e Segurança e com a comunidade em geral.

Por: Marina Bonati    marina.bonati@diariopopular.com.br

Adriano Silva (blog do SEFiDeLa) registrou imagens do evento no videoclipe abaixo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário