Total de visualizações de página

Google+ Badge

Pesquisar este blog

sábado, 28 de novembro de 2015

SEMANA MUNICIPAL DA CONSCIÊNCIA NEGRA DE PELOTAS

Capoeira APAEana realiza terceiro batizado e troca de corda no dia de Zumbi dos Palmares






Cerimonial teve a tutela do educador físico e professor de capoeira Ítalo De Paula, rato, do grupo Ilha de Mar Grande e a presença do capoeirista mandarina com integrantes do grupo Filhos da Roda













Grupo de capoeiristas APAEanos foi só alegria no evento 100%

















Assista o videoclipe de fotos do cerimonial

terça-feira, 24 de novembro de 2015

SEMANA MUNICIPAL DA CONSCIÊNCIA NEGRA DE PELOTAS

TARDE DE  19/11 FOI DE INTEGRAÇÃO ENTRE APAE PELOTAS & E.M. GETÚLIO VARGAS


Uma das expressões mais conhecidas da cultura brasileira, a capoeira é uma mistura de luta, jogo e dança. Com raízes africanas, a capoeira é amplamente praticada no Brasil e até em outros países.


O atual programa de capoeira APAEana, surgiu em 1997, durante os encontros de educação física para os clientes da instituição, que solicitaram vivenciar os movimentos de capoeira, até então, só observados por eles nas academias de ginástica, filmes, televisão e na rua.

A capoeira destaca-se aqui como um caminho, oportunizando a expressão corporal, o conhecimento do corpo, além de ser um esporte ou um lazer, constitui-se num dos traços fortes de nossas raízes culturais, presentes na música popular brasileira e muitas outras formas de expressão do nosso povo.


 





              













 


A Capoeira tem um inicio, mas o seu fim é inatingível! Salve Capoeira!

Mestre Pastinha 

( O mestre dos mestres na Capoeira)



Assista o videoclipe da visita:

CONVITE

Apaetele Pelotas compartilhou a própria foto.
12 h
Foto de Apaetele Pelotas.
Curtir    Comentar   

SEMANA MUNICIPAL DA CONSCIÊNCIA NEGRA DE PELOTAS



















Capoeira Apaeana iniciou a Semana Municipal da Consciência Negra com integração na E.E.E.M. Félix da Cunha de Pelotas.

Confira como foi a tarde de 18 de novembro de 2015 no videoclipe abaixo:

sábado, 14 de novembro de 2015

INFORME

Piscina térmica é inaugurada 

Instalação foi financiada pelo Brechó Jurídico, entidade passa a ter nova possibilidade de trantamento

(Foto: Jô Folha - DP)

Em contraste ao que se espera do número e da data, a sexta-feira (13) significou um dia de sorte e emoção para todos os membros da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Pelotas. Com a ruptura da fita vermelha, a piscina térmica foi inaugurada após 13 anos de espera e 13 meses de construção, que quebraram a ideia de azar e renovaram as esperanças daqueles que há muito cultivam este sentimento no local. O espaço servirá para fins terapêuticos dos 220 usuários da entidade e foi viabilizado através de recursos financeiros provindos do Brechó Jurídico, que tem como objetivo a solidariedade para com entidades assistenciais.
Durante a solenidade ocorrida na tarde desta sexta, a importância da conquista era evidente nas palavras daqueles que se expressaram ao público. O diretor técnico da Apae, Victor Edgar Pitzer Neto, lembrou de quando tudo ainda não passava de uma ideia sem recursos para ser colocada em prática. Emocionado, recordou de quando criou o projeto, entre 2002 e 2003. E que hoje, estruturado, consegue ver que o objetivo de aumentar a qualidade de vida daqueles que contam com os tratamentos da Apae poderá ser alcançado com ainda mais eficácia. 
De acordo com a fisioterapeuta Bianca Freitas, as possibilidades que a fisioterapia aquática trazem aos pacientes são inúmeras. O relaxamento proporcionado pela água faz com que os movimentos retraídos se soltem. Assim, junto ao alongamento, são feitos exercícios impossíveis de serem realizados fora dela e geram resultados posteriores. Algo que para Ivani Lautenschlager, mãe do usuário José Carlos dos Santos, é um sinônimo de evolução.
Concretização através do Brechó Jurídico
O investimento total na construção foi de R$ 40 mil. E por mais que o atendimento às entidades assistenciais seja o foco central e rotineiro do Brechó Jurídico, a emoção das juízas Ana Ilca Saalfeld e Elena Engers vem à tona. "Eu sonho com isso desde que a Apae foi escolhida para ser beneficiada, em 2013", conta Ana Ilca.
Presença de autoridades
O espaço foi abençoado pelo bispo emérito da Arquidiocese de Pelotas, dom Jayme Henrique Chemello, que, em suas palavras, pediu a cura e a animação dos usuários beneficiados. Momento compartilhado com o prefeito Eduardo Leite (PSDB), representantes da Câmara de Vereadores, do Rotary Club Pelotas, membros da Secretaria da Saúde e Justiça Social e Segurança e com a comunidade em geral.

Por: Marina Bonati    marina.bonati@diariopopular.com.br

Adriano Silva (blog do SEFiDeLa) registrou imagens do evento no videoclipe abaixo.

quarta-feira, 11 de novembro de 2015